“Conversando na praia, ouvia o mar, mas não o escutava.”

como ser um bom ouvinteHá tempos que eu esboço um texto sobre a arte de escutar. Hoje nós tivemos aula sobre Comunicação. Não teve jeito. Entusiasmado, terminei e decidi compartilha-lo com vocês.

Vamos iniciar com o significado do verbo escutar: (transitivo direto) estar consciente do que está ouvindo. Ficar atento para ouvir; dar atenção a.

Em geral, ou ouvimos só as palavras, concordando ou discordando, intelectualmente, ou ouvimos com a mente ocupada em interpretar, traduzindo desse modo o que ouvimos em conformidade com nossos preconceitos pessoais. Escutamos comparando o que ouvimos com o que já sabemos. Essa maneira de ouvir nos impede de escutar. Mas se, ao contrário, escutarmos sem condenar nem aceitar, com atenção, assim como escutamos (pelo menos deveríamos) o barulho sussurrante do vento entre as folhas, com todo o nosso ser, nosso coração e nossa mente, talvez possamos estabelecer entre nós uma comunicação eficaz, possibilitando que nos entendamos, de maneira muito simples e direta.

Escutamos de maneira casual, ouvindo apenas o que desejamos ouvi
r, não dando atenção ao que é penetrante ou perturbador. É como se ouvíssemos unicamente às coisas que nos são agradáveis ou que nos satisfazem.

É uma verdadeira arte o escutar sem preconceito, sem defesas, sem utilizar todos os nossos conhecimentos adquiridos, nossas idiossincrasias (temperamento peculiar de cada indivíduo) e pontos de vista.

Quando escutarmos com naturalidade e calma, sem exclusão, escutaremos tudo, não apenas as palavras. Para aprender, é necessário escutar. Escutar é aprender. Escutar é ação.
Loucura!? Refletir é desarrumar os pensamentos.
Finalizei essa “bagunça” com um trecho de um texto que eu já publiquei por aqui, sobre a importância de sermos bons ouvintes.

Abraços.

HIURI DE LA ROSA

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigado por entrar em contato conosco. Esperamos que tenha momentos agradáveis tomando esse Chá Conosco. Em breve responderemos.