"Se ouvir é bom, imagina tocar." - Arthur Maia

Um pensamento que me acompanha há dias: a herança do estudo musical.
O chamado “Efeito Mozart” já comprovou que há melhora na atividade cerebral e na capacidade de aprender daqueles que estudam um instrumento musical ou, simplesmente, escutam muita música.
Qualquer um pode ter o que você tem, mas ninguém pode ser o que você é. Uma nota Dó tocada por mim soará diferente se tocada por outro baixista, no mesmo instrumento, na mesma oitava e na mesma região do instrumento. Essa singularidade é magnífica. A música trouxe voz para os meus sentimentos. É a exteriorização da minha verdade. Estudar música não me fez/faz um músico melhor, e sim um homem melhor.
Me tornei mais confiante e criativo, aprendi a trabalhar em equipe, criei novas conexões, desenvolvi a disciplina e a concentração.
Independente da escolha profissional ou do projeto desenvolvido, em um ambiente corporativo, em uma ação de fiscalização tributária ou em um estágio no funcionalismo público, não importa. Em tudo o que eu fizer, haverá música. Essa bagagem ninguém pode extraviar.
p.s: Foto de 2012.

hiuri de la rosa

HIURI DE LA ROSA

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigado por entrar em contato conosco. Esperamos que tenha momentos agradáveis tomando esse Chá Conosco. Em breve responderemos.